Projetos Executados 

Produção de adubo orgânico –  Compostagem

Benefícios Ambientais

A primeira atividade iniciada  foi o estabelecimento de compostagem  para a produção de adubo orgânico oriunda da limpeza das ruas (varredura), podas e restos de jardim (corte de grama), que vem se desenvolvendo de forma positiva desde 4 de setembro de 2007.

Conforme a instrução normativa no. 23 da Secretaria de Defesa Agropecuária (31 de agosto de 2005) o adubo orgânico produzido atende  às características estabelecidas pelas definições e normas ali contidas para “fertilizante orgânico composto- Classe A” , conforme análise inicial realizada pelo órgão ambiental estadual -  Fundação Estadual de Engenharia do Meio Ambiente- FEEMA, no tocante à umidade, nitrogênio, fósforo e potássio (N-P-K) . Os parâmetros de pH, Carbono Orgânico e CTC (capacidade de troca de cátions) serão ainda mensurados.

Ao transformar resíduos orgânicos em composto, estamos adotando uma prática ambientalmente adequada e:

• produzindo um ótimo condicionar de solo, que pode ser usado  no paisagismo nas áreas comuns do Condomínio e para uso dos Condôminos em vasos, hortas e jardins.
• reduzindo a quantidade de lixo destinada aos  lixões  ou aterros sanitários e portanto, a poluição ambiental ( efluentes líquidos e gasosos), bem como aumentando a vida útil de tais vazadouros.
• contribuindo para evitar a venda irregular de "terra preta", muitas vezes retirada ilegalmente das nossas matas.
• consumindo menos sacos para lixo, diminuindo os riscos de atrair animais para as lixeiras no condomínio e, facilitando a coleta municipal, dando bom exemplo na destinação de parte de nosso lixo.


Benefícios Econômicos

Com a consolidação do conceito de sustentabilidade,  a promoção de mudanças nos padrões de produção e consumo visando a redução de custos e desperdícios é cada vez mais presente.  O aproveitamento sustentável de resíduos gerados por estas atividades atende as exigências da agenda ambiental e acresce benefícios socio-econômicos, tais como :

• economias geradas pelo Condomínio na retirada e destinação  adequada de resíduos
• responde as necessidades básicas do Condomínio de substrato de boa qualidade na manutenção de jardins e uso no paisagismo de áreas comuns ( por exemplo, a conservação do gramado do campo de futebol e jardins no entorno da área da Administração)
• potencial de comercialização (à preços abaixo do mercado) do excedente de produção de adubo orgânico  e da produção de húmus aos próprios Condôminos e geração de receita a ser destinada às atividades e desenvolvimento do CMA. Futuramente a produção de mudas na horta, orquidário e bromeliário possibilitará economias e receita similar.

O início dos trabalhos de compostagem ocorreu em 04/09/2007 e até o momento (em 08/08/2008), num período de 1 ano,  a produção de adubo orgânico já gerou um total de 10.400 Kgs dos quais :

• 3.785 kgs já foram utilizados neste período pela Administração no paisagismo e conservação dos jardins e campo de futebol do Condomínio (sem custo) e com 4.800 kgs  em estoque.
• 1.815 kgs foram adquiridos pelos condôminos por um custo inferior ao de mercado (R$ 8,00 –15kgs)  gerando uma receita de R$ 968,00.

Como em média no mercado cada 15 kgs de adubo custaria R$ 13,00, o Condomínio deixou de gastar em torno de R$ 3.000,00 caso fosse adquirir o equivalente em composto, além de gerar uma economia de R$ 7.680,00 no custo do aluguel de caminhão contratado para retiragem dos restos orgânicos, ao custo de  R$ 160,00 por diária que era utilizado em média 4 vezes ao mês (somente para retirada de restos de jardim, podas e varredura de ruas). 


Benefícios Sociais

Além dos benefícios ambientais, o processo de compostagem transformou-se em excelente veículo de mobilização social junto aos funcionários do Condomínio, que por sua vez  começam a conscientizar-se sobre o tema, inclusive no incentivo aos  próprios Condôminos a não incinerar folhas e restos, poluindo o ar, incomodando a vizinhança e prejudicando nossa saúde.

Durante os 3 primeiros meses de atução foram realizados 6 « mutirões » nos fins de semana com participação dos funcionários do Condomínio ( no máximo 3 funcionários por fim-de-semana) para triagem e trituração dos materiais orgânicos, gerando renda adicional para os mesmos através do pagamento de horas-extra.
Além dos funcionários do quadro permanente do Condomínio, foram envolvidos os funcionários da empresa terceirizada que presta serviços de segurança (RIO SEG) que freqüentam o CMA e atuaram na distribuição de amostras do composto durante as comemorações do Dia Mundial do Meio Ambiente em 2008 (veja abaixo).

O vestiário reformado proporciona novas e modernas instalações adequadas para uso de 10 a 12 funcionários, melhorando a qualidade de seu ambiente de trabalho, bem como proporcionando direto contato dos mesmos com as atividades ambientais ali realizadas, pela integração do vestiário ao espaço do CMA.

 

Produção de húmus-minhocário


A produção de vermicomposto ( fertilizante orgânico composto, resultante da digestão da matéria orgânica proveniente de estercos, restos vegetais e outros resíduos orgânicos pelas minhocas) também gerou  no período de 05/01/2008 a 08/08/2008 um total de 405 kgs, os quais são armazenados em sacos de 2kgs, e será ainda testado sendo futuramente oferecido aos Condôminos ao preço de R$1.50 (2kgs). O preço de mercado é em média R$ 2.60 (2kgs).

 

Conclusão - Alcançando a  Auto-Sustentabilidade

O custo atual estimado em torno de R$ 950,00/mês para manutenção das atividades (1 funcionário e eletricidade) é facilmente coberto pelo ganho econômico gerado pela produção da composteira, estimado em R$ 970,00/mês e tem enorme potencial de crescimento se aliarmos as demais atividades planejadas como produção de  húmus, mudas e corte de lenha descartada para uso em lareiras/fogões à lenha ( veja a seguir). Sendo assim, fica demonstrada a viabilidade econômica e a auto-sustentabilidade do CMA, além dos benefícios sócio-econômicos oferecidos aos funcionários e condôminos.

Rua Machado Portela 180 - Taquara - Rio de Janeiro - CEP 22.723-380
Acesso via Estrada do Rio Grande, 4577 - Taquara - Tel: 21 2446-4321
CNPJ 286 354 98-0001-88
IE Isento